11/11/2015

BRASIL: SP:I Encontro FESSP-ESP ¬Ė A Mulher no Centro do Debate

 
Katia Cristina Rodrigues Silva, Diretora de Assuntos da Mulher da FESSP-ESP, abriu o evento e saudou todos os participantes. Ap√≥s, o presidente da Federa√ß√£o, Lineu Mazano, cumprimentou todos os presentes e destacou a import√Ęncia de eventos desse tema para a constru√ß√£o de uma sociedade mais igualit√°ria e justa para as mulheres e para todos.

 
O dia de palestras se deu in√≠cio com a fala de Sonia Maria Zerino da Silva, Diretora de Assuntos da Mulher na NCST. Sonia falou sobre o tema ¬ďO Papel das Mulheres na Conjuntura Pol√≠tica nacional e internacional¬Ē, e destacou a import√Ęncia da presen√ßa das mulheres na pol√≠tica de uma forma atuante. ¬ďO nosso grito ecoa, porque n√≥s gritamos forte, mas precisamos gritar muito mais forte. Precisamos eleger muito mais mulheres para estarem representando os nossos interesses e os nossos direitos. Hoje j√° temos muitas mulheres em cargos alt√≠ssimos em nosso pa√≠s, e isso tem que ser s√≥ o come√ßo¬Ē, salientou Sonia.
 
Ap√≥s a fala de Sonia, foi a vez da palestra de Claudia Vieira Carnevalle, psic√≥loga, Diretora de Assuntos da Sa√ļde na FESSP-ESP e Diretora Nacional de Assuntos de Sa√ļde da CSPB. Ela ministrou a palestra ¬ďPapel da Mulher no Setor P√ļblico, desafios e perspectivas. Condi√ß√Ķes de trabalho, dupla jornada e a mulher no sindicato¬Ē, e, logo no in√≠cio, colocou todos para se mexer com uma descontra√≠da atividade entre os participantes. ¬ďN√≥s temos que pensar no sentido de ser. Qual √© o nosso sentido de ser? Muitas vezes, quando vou palestrar nas empresas, eu pergunto para as pessoas: ¬ĎAlgu√©m j√° perguntou para voc√™, no seu ambiente de trabalho, qual √© o sentido do trabalho para voc√™? ¬í D√° para a gente ¬Ďser¬í sem sentido? N√£o tem como. Da√≠ n√≥s colocamos a nossa vida no ¬Ďautom√°tico¬í. Por isso que o sentido de ¬Ďestar¬í das pessoas √© o de ter. Ent√£o aquilo que voc√™ tem, representa o que voc√™ √©, e n√£o deveria ser assim¬Ē, destacou Claudia.

 
Por fim, foi a vez da Dra. Lelah Monteiro, sex√≥loga, psicanalista, especialista em viol√™ncia, abuso e explora√ß√£o sexual e terapeuta de casais, falar a respeito do ¬ďPanorama Culturas de Viol√™ncia contra as Mulheres na m√≠dia – Perspectivas e proposi√ß√Ķes para uma cultura de n√£o viol√™ncia contra as mulheres¬Ē, e tratou a respeito da n√£o viol√™ncia na nossa sociedade. ¬ďA cultura da paz √© uma cultura pacificadora, mas n√£o √© uma cultura de bra√ßos cruzados. O meu sonho √© que todos andassem de bra√ßos dados. Muito da viol√™ncia contra a mulher que repercute na m√≠dia tem a aus√™ncia do apoio de nossas colegas. Isso em todos os √Ęmbitos.¬Ē, ressaltou Lelah.
 
Ap√≥s as palestras, a palavra foi dada aos participantes para um saud√°vel debate, entre os convidados, palestrantes e membros da mesa, em torno dos temas discutidos anteriormente no dia. Maria Clara Paes Tobo, vice-presidente da FESSP-ESP participou das discuss√Ķes e falou sobre a banaliza√ß√£o do ¬Ďpoliticamente correto¬í e dos preconceitos vividos pela nossa sociedade, entre outros temas.
 
Também tivemos, proporcionados pela Federação, café da manhã, almoço e sorteio de brindes durante o dia todo.
 
O evento foi um sucesso e foi somente o primeiro passo para a abertura de uma ampla discussão a respeito da mulher, seja no trabalho, na política ou em relação a uma ampliação de direitos. A FESSP-ESP parabeniza os envolvidos na elaboração do evento e agradece a todos pela presença.

Fonte: Federa√ß√£o dos Sindicatos dos Servidores P√ļblicos no Estado de S√£o Paulo – FESSP-ESP
 

7 Vistas