07/03/2013

BRASIL: MARCHA DA CLASSE TRABALHADORA REUNIU MAIS DE 50 MIL PESSOAS EM BRASÍLIA

O objetivo da manifestação foi ampliar as negociações com o governo federal, o cumprimento das históricas reivindicações da classe trabalhadora, seguindo com as bandeiras de lutas: o fim do fator previdenciário, a regulamentação da Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), a instituição da jornada de trabalho de 40 horas, a ratificação da Convenção 158 da OIT – que inibe a demissão imotivada, o investimento de 10% do PIB na educação, a valorização dos trabalhadores aposentados e pensionistas, entre outras reivindicações.

O movimento chamado de “Marcha da Classe Trabalhadora por Desenvolvimento, Cidadania e Valorização do Trabalho”, destacou-se por ser um manifesto em defesa de uma agenda unitária das centrais sindicais que fortalecerá a luta dos trabalhadores. “A marcha unificada das centrais marca a unidade dos movimentos sociais em defesa da soberania nacional e do Brasil. Queremos que nossa presidente Dilma, receba nossa pauta de reivindicações, diante deste colorido que desfila em Brasília e que mostra essa integração nacional da classe trabalhadora”, declara o presidente da Nova Central, José Calixto Ramos.

De acordo com o Secretário-Geral da Nova Central, Moacyr Roberto Tesch Auersvald, essa manifestação é válida para que a presidente ouça todas as reivindicações. “Essa é a maior marcha já realizada aqui em Brasília. Conseguimos reunir todas as centrais sindicais e movimentos sociais de todo o país em defesa da classe trabalhadora”, disse.

Aproximadamente 50 mil pessoas marcharam desde o Estádio Mané Garrincha, percorrendo todo o Eixo Monumental Sul até chegar ao Congresso Nacional. Após cerca de três horas depois, os representantes das centrais sindicais entregaram uma pauta com 12 itens de reivindicações para negociar com o governo.

A primeira reunião após o término da marcha foi às 12h30, com o senador Renan Calheiros, presidente do Senado. Na sequência o encontro foi com o deputado Henrique Alves, presidente da Câmara dos Deputados, no gabinete da presidência.

9 Vistas