26/05/2014

BRASIL: CSPB na luta contra abuso sexual de crianças e adolescentes

21/05/2014

 
Diversas associações e entidades filantrópicas que trabalham em prol da defesa e proteção de crianças e adolescentes carentes na região do Distrito Federal e do estado de Goiás também participaram da mobilização. A ação é uma união de forças do governo federal por meio da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República com a parceria de outros órgãos federais, entre eles, o Ministério do Turismo, a sociedade civil e organismos internacionais.

 
A Cerimônia “Faça Bonito. Proteja nossas Crianças e Adolescentes”, garantiu programação cultural e atividades diversas para as mais de mil crianças presentes na ocasião. Autoridades do poder público, políticos, artistas locais e nacionais, como o cantor Sérgio Reis, solidarizaram-se à campanha.

 
O evento antecedeu o lançamento do Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.
 
Para a 2º secretária da CSPB e presidente da Associação Vida Inteira, Marly Bertolino, a mobilização é de “suma importância” para sensibilizar as autoridades, o poder público e a sociedade no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes. Marly destacou o importante papel exercido por voluntários que, em seus dias e horários de folga, se dedicam à solidariedade e atenção às crianças que se encontram em situação de alta vulnerabilidade, tanto no que se refere à violência doméstica, como na exploração sexual. “Na nossa associação, por exemplo, não recebemos nenhuma ajuda de empresas ou de governo. Nosso trabalho é 100% voluntário e aos finais de semana. Nós abrimos mão do nosso tempo de descanso e lazer para, com muito amor, dar uma nova perspectiva de vida a essas crianças. No entanto, estamos abertos para receber ajuda de onde for para amplificar nossas ações”, disse.

 
A Associação Vida Inteira surgiu em 2006 e atende mais de 60 crianças carentes do município de Águas Lindas, em Goiás. De acordo com Marly, as crianças amparadas pela Vida Inteira são filhos de caseiros que trabalham na zona rural da região. “Nós prestamos um atendimento não apenas, social, mas, também, educacional. Segundo a presidenta da associação, o objetivo é preparar essas crianças no sentido de garantir a cidadania e a dignidade que lhes foi negada pela própria vulnerabilidade social a que estão expostas. “Nossas crianças contam com aulas de reforço escolar, são educadas para a preservação ambiental, recebem orientações sobre reciclagem e reaproveitamento de resíduos, informações nutricionais, e são habilitadas a identificar e a agir contra todo tipo de exploração, entre as quais, a exploração sexual e a violência doméstica”, informou.
 
A “ Mobilização Pelo Fim do Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”  segue, ao longo do dia, com solenidade no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados; com a apresentação do “Dossiê Amazonas”, que relata os casos de pedofilia registrados naquele Estado e, ainda, com a entrega do Prêmio Neide Castanha, que busca homenagear personalidades e instituições que, assim coimo Neide Castanha, se destacaram na defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes. Na programação está previsto, também, o lançamento da grife de camisetas “Faça Bonito”.
 

6 Vistas